#PinkyEmSP – Once again

Oi gente!

A série #PinkyEmSP recomeça porque eu estou na minha terra de novo para passar as férias. Neste primeiro post, vou contar como foi a viagem rumo à capital paulista. Recomendo já ler o primeiro #PinkyEmSP para saber o “protocolo” dos Ribeiro para a estrada.

Dessa vez, eu viajei numa empresa diferente e por um caminho diferente, que foi via Nova Serrana (o do do ano passado, foi pela Rio-Bahia). Bem, mesmo sendo dezembro, peguei uma friaca daquelas de madrugada, porque juntou a madrugada mineira com o ar-condicionado do ônibus, mesmo assim, viagem foi tranquila.

Camiseta Corinthians (aquela que eu comprei na ShopTimão), calça Riachuelo, tênis Star Tech e óculos de acervo pessoal.

Cheguei em SP no começo da tarde de terça e segui, de Uber, para a casa da minha tia. Meu sentimento foi de que eu finalmente voltei para casa, depois de longas férias na Bahia, mesmo sabendo que eu estou de férias em São Paulo.

Por-do-sol em algum lugar em Minas. O vidro do ônibus era fumê.

Depois eu conto mais sobre as férias paulistanas.

Beijos,
Pinky

#PinkyEmSP – #01

Oi gente!

Eu tô aqui no ônibus viajando para São Paulo (e usando o wifi dele pra postar aqui hihi) e hoje, vou iniciar a série de posts sobre a tão planejada viagem para a minha terrinha.

PARTE I – AS PASSAGENS

Nós (porque eu estou viajando com a minha mãe e os meus irmãos) literalmente compramos as passagens na última hora hahaha. Estou viajando de pela Salutaris, partindo de Vitória da Conquista. Eu viajo por essa empresa há alguns anos e o serviço nunca me decepcionou.
Compramos na rodoviária de Itapetinga mesmo e para virmos até Conquista, pegamos outro ônibus, o Rota.

PARTE II – A MALA

image

Aqui a mala da minha mãe, sendo arrumada.

Eu sei que existem muitos jeitos de como se arrumar uma mala, mas o da minha mãe tem se mostrado o mais eficiente. Ela dobra as roupas bem esticadinhas e faz rolinhos com elas. E põe primeiro as calças, bermudas, etc. depois camisetas, blusas, entre outros. E consegue fazer a mala mais “infechável” fechar. Os sapatos são colocados nos bolsos auxiliares da mala. Bijoux, cosméticos, remédios, documentos, etc. vão na bagagem de mão.

image

E ainda tinham mais três mochilas, cinco bolsas (uma com o lanche), um isopor enorme cheio de encomendas para levar, essa mala da foto, a outra…

PARTE III – O LOOK DO DIA

image

Blusa branca Hering, pullover Renner, calça Riachuelo, tênis Converse All Star, jaqueta Luigi Bertolli

Como hoje é domingo, tem finalmente look do dia. Para viagens como essa, é fundamental usar roupas confortáveis, como a da foto. Outra sugestão é o trio camisa (jeans ou xadrez), jeans e All Star, que usei na última viagem que fiz. Outra coisa importante é levar um casaco quentinho, por causa do ar condicionado do ônibus e porque nessa época do ano é MUITO frio na estrada. Imaginem o sufoco que é viajar a madrugada toda, por Minas Gerais, de regatinha, short jeans e Havaianas!

PARTE IV – OS LANCHES

Como a comida na estrada é cara pra cacete e muitas vezes uma merda falo mesmo, é recomendável que se leve sua própria comida na viagem. Nós trouxemos chocolate (dá energia, mantém desperto e de bom humor), sanduíches de frios, bolo de laranja, uma rosca de coco que a minha avó fez, suco, iogurte e maçã. É prático e gostoso. Mas é óbvio que se você for viciada (ou viciado) em café, vai acabar comprando na estrada. Ah, não coma tudo de vez daaaar

Por enquanto meu diário de viagem é esse. E aí, gostaram? Mandem reviews e sugestões.

Beijos,
Pinky