#PinkyEmSP – #03

Oi gente!

Em 30/06, eu fui turistar na Avenida Paulista, o lugar que eu mais amo em São Paulo, com mãe, irmãos e primo.

image

Foto da blogueira que vos fala em frente ao MASP.

Além de comprar uma encomenda lá, caminhar pela avenida, ver gente bonita e as peculiaridades que fazem da Paulista o que ela é, eu lanchei no Bob’s mais cool da cidade, sem exageros.

image

Ele fica no número 1904 da Paulista, em frente a um ponto de ônibus. De decoração cool, lanches gostosos, milkshakes sem comparação e ainda a opção de incrementar seu lanche e poder escolher o tamanho dele, a filial do Bob’s na Paulista é uma ótima dica para comer. Eu, minha mãe, meus irmãos e meu primo pegamos um Big Bob grande, cada. O único porém ficou por conta da alface “vazando” do lanche e da máquina de ketchup que só funcionou quando eu fui embora #chateada, mas de resto foi ótimo.
Quanto aos milkshakes, pegamos três: um de morango grande para o meu irmão, que acompanhou seu lanche, e dois de Ovomaltine grandes para dividirmos entre mim, minha mãe, minha irmã e meu primo, depois do lanche, porque nós já havíamos bebido vários copos de refri durante o lanche.

Heloisa Ribeiro photobombing a foto da decoração.

O balcão 70’s.

Depois que saímos de lá, fomos até um ponto de ônibus para voltar para casa. E no Center 3, tirei a foto de baixo:

Pegamos um ônibus que tinha muitas emoções em seu trajeto, pois passava pelo lugar onde cresci, a Rua da Consolação. Depois, voltamos para casa.

E aí, gostaram? Deem sugestões de passeios até sexta!

Beijos,
Pinky

Anúncios

#PinkyEmSP – #01

Oi gente!

Eu tô aqui no ônibus viajando para São Paulo (e usando o wifi dele pra postar aqui hihi) e hoje, vou iniciar a série de posts sobre a tão planejada viagem para a minha terrinha.

PARTE I – AS PASSAGENS

Nós (porque eu estou viajando com a minha mãe e os meus irmãos) literalmente compramos as passagens na última hora hahaha. Estou viajando de pela Salutaris, partindo de Vitória da Conquista. Eu viajo por essa empresa há alguns anos e o serviço nunca me decepcionou.
Compramos na rodoviária de Itapetinga mesmo e para virmos até Conquista, pegamos outro ônibus, o Rota.

PARTE II – A MALA

image

Aqui a mala da minha mãe, sendo arrumada.

Eu sei que existem muitos jeitos de como se arrumar uma mala, mas o da minha mãe tem se mostrado o mais eficiente. Ela dobra as roupas bem esticadinhas e faz rolinhos com elas. E põe primeiro as calças, bermudas, etc. depois camisetas, blusas, entre outros. E consegue fazer a mala mais “infechável” fechar. Os sapatos são colocados nos bolsos auxiliares da mala. Bijoux, cosméticos, remédios, documentos, etc. vão na bagagem de mão.

image

E ainda tinham mais três mochilas, cinco bolsas (uma com o lanche), um isopor enorme cheio de encomendas para levar, essa mala da foto, a outra…

PARTE III – O LOOK DO DIA

image

Blusa branca Hering, pullover Renner, calça Riachuelo, tênis Converse All Star, jaqueta Luigi Bertolli

Como hoje é domingo, tem finalmente look do dia. Para viagens como essa, é fundamental usar roupas confortáveis, como a da foto. Outra sugestão é o trio camisa (jeans ou xadrez), jeans e All Star, que usei na última viagem que fiz. Outra coisa importante é levar um casaco quentinho, por causa do ar condicionado do ônibus e porque nessa época do ano é MUITO frio na estrada. Imaginem o sufoco que é viajar a madrugada toda, por Minas Gerais, de regatinha, short jeans e Havaianas!

PARTE IV – OS LANCHES

Como a comida na estrada é cara pra cacete e muitas vezes uma merda falo mesmo, é recomendável que se leve sua própria comida na viagem. Nós trouxemos chocolate (dá energia, mantém desperto e de bom humor), sanduíches de frios, bolo de laranja, uma rosca de coco que a minha avó fez, suco, iogurte e maçã. É prático e gostoso. Mas é óbvio que se você for viciada (ou viciado) em café, vai acabar comprando na estrada. Ah, não coma tudo de vez daaaar

Por enquanto meu diário de viagem é esse. E aí, gostaram? Mandem reviews e sugestões.

Beijos,
Pinky

Os segredos de um bom arroz

image

Oi gente!

Na terça-feira eu estava assistindo ao MasterChef e ouvi uma declaração interessante do Erick Jacquin, um dos jurados do programa: “vocês não sabem fazer arroz!”. Tal constatação me deu a ideia de fazer um post sobre arroz, o cereal mais consumido pelos brasileiros.

A minha receita de arroz é essa:

Rendimento: 10 porções, aproximadamente.

Ingredientes

Quatro colheres de sopa de óleo
Meia cebola média picada
Dois dentes de alho picados ou amassados
Duas xícaras de arroz
Quatro xícaras de água

Modo de fazer

Refogue a cebola no óleo até murchar, acrescente o alho e refogue-os até dourar. Acrescente o arroz, o sal e refogue até o arroz pegar o gosto dos temperos.
Depois de refogar, adicione a água, fria mesmo (aí está o pulo do gato! Para cada xícara de arroz, coloque o dobro de água, para cobrir mesmo. Ela deve estar sempre fria, para hidratar o grão) e deixe cozinhar até quase grudar na panela (mas só até quase, ok?).

Já queimei muito arroz no começo, mas depois peguei a prática e via de regra meu arroz fica bom modéstia é a minha principal característica #sqn.

E aí, gostaram? Reviews, reviews, reviews!!!

Beijos,
Pinky

Desejos

Oi gente!

Desculpem a demora absurda para postar, tive vários contratempos (mudança, internet, etc.). Vou falar hoje de alguns desejos meus, do mais simples ao mais caro porque ninguém é de ferro.

Pizza

image

Faz muito, mas muito tempo mesmo, que eu não como uma pizza boa, mas boa mesmo, como daquelas que só se comem em São Paulo. Basta ver a foto de uma que eu começo a salivar e querer abrir uma Fanta Uva pra acompanhar.

Pastel

image

Faz muito tempo também que eu não como pastel de feira, com um copão de caldo de cana como acompanhamento. São Paulo e sua gastronomia ímpar!

Viajar para New York City

image

O mais perto que eu cheguei da Big Apple foi com o Google Street View. Porém desde que comecei a escrever minha fanfic em 2013, eu me apaixonei novamente por essa cidade, que na minha infância era onde eu queria morar. Bem, agora eu quero ter um apartamento lá nem um pouco modesta eu, né?

Uma bolsa Hermès Birkin

image

Esse tesouro de couro (de cordeiro, avestruz ou crocodilo, que me desculpe o PETA), está no topo da minha wishlist fashion. Por seu design, sua elegância, versatilidade e atemporalidade. Para mim, é a top das bolsas de grife.

iPhone

image

Esse está no topo da minha wishlist, é quase uma necessidade iminente. Desejo o smartphone da Apple desde o iPhone 3G, lançado em 2008. Conforme vão lançando os novos modelos, eu fico querendo. Mas vamos combinar, tem que ter uma boa grana para investir no smartphone mais desejado do mundo e eu não tenho 3000 pra gastar assim.

Agora um desejo permanente: ouvir música

image

Eu amo música! Sou movida por ela! A música define meu estado de espírito, melhora ou derruba de vez o meu humor. Meu dia sem ela fica extremamente chato!

Bem, a lista bem resumida, quase um sneak peak, é essa 😉

Beijos,
Pinky