Customizando a capinha do celular

Oi gente!

No #PinkyEmSP – S02E05, eu falei de uma capinha de celular que comprei na Santa Ifigênia, transparente com uma Minnie em rose gold. Well, logo que eu voltei de viagem, ainda em janeiro, percebi que todo o desenho metalizado estava saindo, e assim foi até sair por inteiro.

E em algum dia por aí, me deu vontade de customizar a capinha com o meu monograma (sim, é esse que você vê logo que abre a página do blog. E assim eu o fiz, com caneta para cd. Infelizmente, não lembrei de tirar foto do antes, então, só tenho o “durante” e o resultado final. Here we go:

20170405_203219
A capinha no durante.
20170501_000104-1
A capinha depois de pronta.

Depois que a tinta da caneta secou, o que foi bem rápido, o desenho não borrou. Agora, eu tenho uma capinha que ninguém mais tem 💁

E aí, curtiram? Me contem o que acharam nos comentários.

Beijos,
Pinky

PS: A quem interessar ninguém, meu celular é um Samsung Galaxy Gran Prime Duos.

Anúncios

Inventando moda: lápis ColorShow

Oi gente!

Há uns dois meses que eu comprei um lápis ColorShow, da Maybelline. Quando eu o usei pela primeira vez, em São Paulo coleção da tia maquiadora, mores, eu achei que era lápis de boca, por causa da cor, massssssssssss, surprise surprise, era de olho. Enfim, quando eu o achei na farmácia aqui perto de casa, comprei. E ontem eu ~finalmente~ fotografei o resultado. Here we go:

20170427_221345-1[1]
O delineado gatinho #fail
20170427_215941-1[1]
Como ele fica na boca. Beeeeem matte e a duração não é lááááááá essas coisas.
20170427_215427[1]
~Lápis para olhos~
20170427_215355[1]
O lápis. Ele custou R$19,50.
Essa ideia do post partiu de um vídeo da Julia Petit (inclusive, indico super o canal dela) onde ela falava de como dava pra fazer o mesmo produto ter funções diferentes.

E aí, curtiram? Me contem nos comentários.

Beijos,
Pinky

Customizando um jeans rasgado

Oi gente!

Quando estávamos em São Paulo, meus pais compraram pra mim um jeans skinny rasgado. Até ai, ok, mas o jeans começou a rasgar demais no joelho, em L. Como a situação estava ficando punk, peguei um tecido que eu tinha em casa e costurei no rasgo, por dentro. O resultado ficou bom.

O resultado está no joelho direito (na foto). Não lembrei de tirar foto do antes #sorry

E aí, curtiram? Me contem nos comentários.

Beijos,
Pinky

Fazendo minha própria camiseta

Oi gente!

Este é um assunto “antigo”, ou seja, de janeiro, mas me bateu a inspo pra falar dele agora.

Então, em janeiro, conforme um dos posts do #PinkyEmSPS02, eu mandei fazer uma camiseta lá na Galeria do Rock com uma estampa criada por mim mesma, aquela com os nomes dos membros da DNCE que inclusive já está bem gastinha.

A estampa eu fiz no PhotoGrid (sim, o aplicativo de celular), na função estilo livre. E, ao achar a loja, a Red Transfer, resolvi fazer um teste com ela. E deu certo.

Mandei a foto do design via WhatsApp para a loja e eles imprimiram na camiseta. Isso me custou R$ 25.

wp-image-1114204471jpg.jpg
A dita-cuja.
Como a camiseta ficou en moi.


Depois disso, me surgiram váááárias ideias de camisetas com frases, que aliás estão suuuuuuuper na moda (vide revistas, blogs, Pinterest…). E agora que eu sei como materializar as ideias, ninguém me segura 😉

E aí, curtiram? Me contem nos comentários!

Beijos,
Pinky

Vale a pena relembrar: army mood

Oi gente!

Se no inverno passado, a tendência militar estava mais acanhada, esse ano ela está pronta pra guerra! Blogs como Helena Bordon e It Yourself estão apostando alto nisso. Então, vale a pena relembrar este post do ano passado.

E então, curtiram? Me contem nos comentários, porfa.

Beijos,
Pinky

Top 5 – It bags

Oi gente!

Este Top 5 de bolsas-desejo é também uma wishlist do #CoisasParaComprarQuandoFicarMilionária. Afinal, quem de nós nunca ficou babando e pensando seriamente em vender um rim só pra comprar uma delas quando vê no Pinterest/We Heart It/Instagram/look do dia de blogueira rica? Sejamos honestas 😂 Vamos ao top:

5o. lugar – Luggage, da Céline

4o. lugar – Boy, da Chanel

3o. lugar – Speedy, da Louis Vuitton

2o. lugar – Classic Flap, da Chanel

1o. lugar – Birkin, da Hermès

Só comenta quem vai vender a avó para comprar as bolsas! É brincadeira, vó! Você sabe que eu te amo!

Beijos,
Pinky

#PinkyNoES

Oi gente!

Na quinta-feira pós-carnaval, viajei para Linhares, no Espírito Santo, pois prestei no domingo um concurso público em Colatina.

Na quinta à tarde, viajei de Itapetinga à Itabuna, pois é de lá que saem os ônibus para o ES. Já à noite, comprei um cartão-postal (o único que comprei na viagem, infelizmente) e embarquei rumo à Linhares. A viagem durou 11 horas(!!!!) mas foi tranquila.

Meus pais e eu na Rodoviária de Itabuna. Isso na minha mão é cocada de cacau. Porque ir à Itabuna sem comer nada de cacau não tem nexo!

Cheguei na cidade às 7 da manhã e já fui recepcionada por Jorge e Linda, o casal de amigos que nos hospedou. Tomei aquele café e, à tarde, fomos conhecer o centro da cidade. Não tirei fotos, mas é um lugar bem próspero, cheio de lojas (tanto locais quanto nacionais) e de movimento. Em uma lojona estilo cadeia de fast-fashion, a Avenida, comprei dois shortinhos na liquidação.

À noite, fomos jantar num restaurante perto de uma das muitas lagoas de Linhares, o La Gunna. Também não tirei fotos, mas estava tudo ótimo. Ambiente, comida, localização…

No dia seguinte, fui comprar um biquíni, na Tropicaliente Moda Praia, que é pertinho do prédio de Jorge e Linda e, depois, fomos na Lagoa Nova, que tem uma prainha linda! Depois, churrasco (na cobertura do prédio) e bolo, porque foi aniversário da minha mãe.

Eu e meu biquíni novo na Lagoa Nova.
A lagoa. Deliciosa!

Mais uma de Linhares à noite. As duas fotos eu tirei da cobertura do prédio.
E mais uma da noite linharense.
Linhares de dia.

No domingo, pegamos a estrada cedinho para fazer a prova em Colatina. Também não tirei fotos. Achei Linhares bem mais bonita que Colatina, talvez porque não tive a oportunidade de explorar a cidade em dia de semana.

Na segunda-feira à noite, estrada de volta para a Bahia. Dessa vez de ônibus semi-leito, para dormir gostoso na estrada.

Eu fui e voltei de Águia Branca, a única principal viação que vai (e percorre) o Espírito Santo.

Meu diário de viagem foi esse. Espero que vocês tenham curtido 😉

Beijos,
Pinky

TAG: 11 fatos sobre mim

Oi gente!

Primeira tag do blog! \o/ Fui desafiada pela minha sis Deza Lourenço a respondê-la. Vamos às regras:

* Escrever 11 fatos sobre você.
* Responder às perguntas de quem te indicou.
* Indicar de 11 a 20 blogs com menos de 200 inscritos.
* Fazer 11 perguntas aos blogs indicados.
* Colocar o selo do Liebster Award.
* Linkar quem te indicou.

~Os 11 fatos sobre mim~

1) Sou cristã (no momento batista, mas aquele 1% ainda é assembleiana 🔥);
2) Sou corinthiana roxa e única na família que gosta de futebol;
3) Sou fã, mas fã mesmo, da banda DNCE, da Britney Spears, da Céline Dion e da Shania Twain;
4) Não vivo sem música! Componho, canto e ouço, principalmente pop;
5) Sou estudante de Ciências Biológicas. E sempre fui de biológicas;
6) Sempre gostei de moda. Faço o possível para acompanhar fashion weeks, estou sempre ligada no street style e quis ser estilista por muito tempo e amodoro uma grife;
7) Falo inglês (não fluentemente ~ainda~, mas sei me virar) e estou aprendendo francês. Ainda quero aprender italiano e espanhol;
8) Coleciono cartões postais. No momento tenho 137;
9) Sou nascida e criada em São Paulo. Nasci no Centro e fui criada entre Consolação, Pompeia e Freguesia do Ó;
10) Sei fazer de tudo um pouco, de pregar botão a trocar lâmpada;
11) Politicamente sou de direita.

~Respondendo às perguntas da Deza~

1) Há quanto tempo você tem o blog?

Desde março de 2015, ou seja, quase 2 anos.

2) Um filme preferido.

O Diabo Veste Prada.

3) Um livro preferido.

Prenda-me Se For Capaz, de Frank W. Abagnale.

4) Um lugar do mundo que sonha em conhecer?

Definitivamente, os Estados Unidos, especialmente Nova York e Los Angeles.

5) O que você acha mais dificil em ser blogueira?

Manter uma frequência de postagens com conteúdo, porque, pelo menos pra mim, é a coisa mais comum é a uninspiration para escrever.

6) Um sonho.

Chegar onde minhas divas chegaram.

7) Toddy ou Nescau? haha

Nescau, sem sombra de dúvidas.

8) Uma blogueira preferida?

Lia Camargo, do Just Lia. Ela que me inspirou a ter um blog.

9) Um youtuber preferido?

Franklin Medrado, do Tipo Assim.

10) O que você não sai de casa sem?

RG.

11) Uma meta para esse ano.

Cumprir as de 2016.


11 Fatos Sobre Mim

~As 11 perguntas feitas por mim~

1) Há quanto tempo tem um blog?
2) Time do coração?
3) Seu tipo de música preferida?
4) Qual a sua relação com a moda?
5) Biscoito ou bolacha? Porque eu quero causar discórdia
6) Backstreet Boys ou *NSYNC?
7) Você tem muitos momentos de uninspiration? Eles já te fizeram querer desistir?
8) Quantos idiomas você fala e quais são eles? (Tá liberado o idioma ironia)
9) Um sonho?
10) Pra qual lugar do mundo sonha ir?
11) Uma blogueira e um(a) youtuber preferido(a).

Para responder a essas perguntas, eu desafio… ninguém, porque ninguém  voluntariou a responder. Mas é aquele ditado, né: vamos fazer o quê. Responde quem quiser (e me manda depois).

Curtiram? Me contem nos comentários o que acharam.

Beijos,
Pinky

Garimpando do armário da avó

Oi gente!

Antes de viajar, eu arrumei o armário da minha avó e encontrei alguns tesouros fashion, como uma jaqueta bomber estampada – eu gastaria, por baixo, uns 200 reais em uma peça como aquela -, um cordão-de-são-francisco perfeitamente usável como choker, uma bolsa novíssima, além de vários outros itens. Peguei pra mim a jaqueta, a bolsa e o choker.

A bomber.
O choker.

A bolsa (já usei muito), que é da TKTS.

Como todo mundo sabe, a moda é cíclica – nada se cria, tudo se copia – então no armário da mãe, da tia, da avó e até do pai deve ter algo fashion. Já achei várias peças legais dessa forma, como minha calça de couro, uma camisa xadrez, a gandola do exército…

E aí, já fizeram alguma coisa assim? Me contem.

Beijos,
Pinky