Netflix

Oi gente!

Depois de mais de uma semana e uma gripe *emoji revirando os olhos* estou de volta para falar do que eu mais gostei no Netflix, entre séries e filmes e também pedir indicação. Here we go 😉

Dexter

Melhor série (como diz o tio do OK! OK!, o canal do YouTube) EEEEEEVEEEEEEEERRR! Como eu disse no Top 5 – Livros, eu sou apaixonada pela história do serial killer da escória da sociedade (lê-se assassinos, estupradores, coiotes…). A série é bem fiel ao livro e é super bem produzida. Isso sem contar a abertura brilhante, os flashbacks…

Gossip Girl

Mais uma série de livros que virou série de TV da qual eu sou in love. Embora a adaptação para a TV não seja lá muito fidedigna, a série continua incrível. As tramas paralelas envolvem tanto quanto as principais. O curioso é que nos primeiros episódios eu achava que os livros eram mais legais que a série. Ledo engano…

Glee

A série original da Fox é uma das minhas preferidas por causa da música. A história se mostrou bem envolvente também, tanto que vejo a mim mesma na Rachel, em vários aspectos.

A Pele Que Habito

O filme de Pedro Almodóvar é um que eu tinha vontade de assistir há bastante tempo. A história do cirurgião plástico interpretado por Antonio Banderas que tenta desenvolver a todo custo uma pele artificial resistente a tudo é envolvente, surpreendente e cheia de reviravoltas. Em suma, o filme mais loco que eu já assisti.

Meninas Malvadas

Porque um clássico é um clássico, né non? Nada mais a dizer sobre esse filme. #sangméchant

Backstreet Boys: Show ‘Em What You’re Made Of

Show ‘Em What You’re Made Of conta a história da maior boyband de todos os tempos e o processo de produção do último CD dos Boys, In a World Like This. Quem de fato conta a história são os próprios Boys, inclusive com visitas a seus lugares de origem. Nem preciso dizer o quanto amei, né?

E aí, curtiram? Comentem aí, nunca vos pedi nada!

Beijos,
Pinky

Anúncios

Top 5 – Bandas de rock

Oi gente!

Hoje, 13 de julho, é o Dia Mundial do Rock. Portanto, tirem tudo o que for preto e de couro do armário e acompanhe o Top 5 das minhas bandas de rock preferidas comigo (com as minhas músicas favoritas das bandas).

Conheci todas as bandas no começo da adolescência, através do meu pai, que sempre gostou de rock, tendo ele mesmo ido no show do Queen e do KISS no início dos anos 80.

5º lugar – KISS

4º lugar – Led Zeppelin

3º lugar – Bon Jovi

2º lugar – Guns n’Roses

1º lugar – Queen

A propósito, no meu Spotify tem uma playlist especial para o Dia do Rock com as minhas preferidas destas bandas.

E então, curtiram? Comentem aqui suas bandas preferidas!

Feliz Dia do Rock!

Beijos,
Pinky

A minha coleção de cartões postais

Oi gente!

Esse é um post que eu quero fazer desde o começo do blog. É sobre a minha coleção de cartões postais. Ela começou em 2006, quando meu pai me trazia postcards publicitários dos lugares em que ele trabalhava. De lá pra cá ela cresceu e conta com noventa (isso mesmo, noventa) cartões, entre publicitários e turísticos.

Os postais também são forma de ter uma recordação de pessoas queridas, porque toda vez que alguém viaja, eu peço um hehehe. (E é bem carinhoso a pessoa ir viajar e lembrar de você).

Eu tenho o hábito de marcar no verso quem me deu o postal e a data, para poder organizar. Enfim, vamos às fotos.

Os ditos-cujos.
Os turísticos. Salvador, Praia Grande (SP), Itapetinga (BA), Ilhéus (BA), Roma, Greccio (Itália), Assis (Itália) e Veneza.
Os preferidos. Eles são os de Roma, Assis (que tem uma textura super diferente), Cultura Inglesa, Correios (uma série em homenagem ao centenário do meu Corinthians), Salão SoHo (dado por uma amiga como cartão de aniversário em 2007), Ministério da Pesca e Aquicultura, Spoleto, Rede Globo, Gráfica Credeal (veio num caderno) e Flor de Acácia.

A última adição à coleção foi em 2014, com três cartões trazidos da Itália pela minha tia. #dica quer me fazer feliz, me traz um postal
E então, curtiram a coleção? Me contem o que vocês também colecionam!

Beijos,
Pinky

Livros do mês – julho #1

Oi gente!

Como vocês bem sabem, eu sou uma leitora voraz, daquelas que devoram vários livros por vez. Por outro lado, eu não fico contando quantos livros eu leio por mês até porque eu leio por prazer, não por obrigação. Então, através dessa nova série de posts, eu vou contar os livros que leio por mês e indicá-los. Here we go!
Grace – A Princesa de Mônaco, de Jeffrey Robinson

Essa é a biografia de Grace Kelly, atriz da Era de Ouro de Hollywood que se tornou a princesa de Mônaco (posto equivalente ao de rainha consorte), que deu origem ao filme Grace of Monaco, estrelado por Nicole Kidman (o livro inclusive é prefaciado pela atriz aussie). O livro não só conta a história de Grace Kelly, como também a história de Mônaco. Vale muito a pena.

Por Trás da Máscara, de Flavio Morgenstern

Esse livro conta a história das manifestações de 2013, não só as do Brasil, como a Primavera Árabe e o Occupy Wall Street e ajuda a compreender as manifestações de 2015/2016, além das anteriores. Resolvi lê-lo porque gosto muito dos textos do Flavio Morgenstern.

Acerto com o Passado, de Janice Maynard


“O milionário Devlyn Wolf achou que seus dias de salvar donzelas em perigo haviam terminado. Afinal de contas, bancar o herói já lhe trouxera muitos problemas. Mas quando o destino coloca Gillian Carlyle novamente em seu caminho, ele sabe que não pode ignorá-la. Oferecer um emprego era o mínimo que Devlyn podia fazer para se redimir da maneira como a tratara na infância. Porém, ao passarem mais tempo juntos, a bondade de Gillian aos poucos derruba a barreira que Devlyn construíra ao redor do coração. E quando ela percebe como as feridas do passado ainda são dolorosas para Devlyn, sabe que, para curá-las, precisa entregar de vez seu coração”. Esse livro estava entre os grátis do Google Play Livros e resolvi baixá-lo.

E aí, curtiram as sugestões? Me deixem alguma dica de livro nos comentários

Beijos,

Pinky